Jornal da Mania

Carnaval traz de volta a era dos relacionamentos-relâmpago

Foto: reprodução

26/01/2018 – 08h07

Marcus Marinho

Com a chegada do carnaval, muita gente resolve extravasar nas ruas. E depois da folia, os consultórios é que costumam ficar lotados. A psicóloga especialista em relacionamentos, Cláudia Iulianeli, explica que as pessoas querem esquecer os problemas, terminam relacionamentos duradouros, e acabam não se preocupando com o dia seguinte.

“É uma pegação sem consciência. Você coloca todos os seus instintos para fora. As pessoas terminam relacionamentos porque é hora de botar a fantasia em plenitude. E elas usam a fantasia para se anestesiar das dores do dia-dia, e caem na folia. São relacionamentos líquidos”, conta.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Só que, depois, muita gente se arrepende.

“Para não se arrepender, tem que ter consciência do que está fazendo. Considere seu corpo como um instrumento de vida. Para dar certo, tem que se entregar, para que você possa sentir o outro, e desenvolver a habilidade do sentir. Quem tá casado tem que ter consciência das consequências”, conta a psicóloga, que é divorciada.

“Eu saio em blocos, e se vou conhecer alguém, vou com calma. Não precisa sair beijando todo mundo. Você faz com consciência, para não ter consequências ruins. E não pode esquecer a camisinha”, afirma.

Notícias que você pode gostar