Jornal da Mania

Empresários de ônibus vão continuar na cadeia

18/08/2017 – 09h47

Marcus Marinho

O juiz Marcelo Bretas mandou prender de novo os empresários de ônibus Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira. O ministro Gilmar Mendes determinou a libertação da dupla, mas Bretas expediu outros mandados de prisão, e impediu que eles saíssem da cadeia.

Jacob Barata e Lélis Teixeira são acusados de movimentar mais de R$ 200 milhões em propina com o ex-governador Sérgio Cabral, que também está preso. O esquema, segundo os investigadores, garantia o aumento das passagens de ônibus.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Polícia investiga propina na prefeitura

De acordo com os investigadores, os empresários de ônibus também negociavam propina na prefeitura do Rio com o ex-secretário municipal de assistência social, Rodrigo Bethlem, que nega as acusações. Os agentes encontraram mensagens de celular onde Betlhem estaria negociando a continuidade do esquema na gestão de Marcelo Crivella. O prefeito confirmou que é amigo do ex-secretário, mas negou qualquer tipo de irregularidade.

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Notícias que você pode gostar