Jornal da Mania

“Esquema de corrupção na prefeitura era o mesmo de Sérgio Cabral”, diz procurador

O ex-secretário Alexandre Pinto: segundo a polícia,
desvios passam de R$ 700 mil

04/08/2017 – 09h05

Marcus Marinho

O procurador da república Sérgio Pinel disse que o esquema criminoso de cobrança de propina do ex-governador Sérgio Cabral inspirou o saque aos cofres da prefeitura do Rio. Depois da prisão do ex-secretário municipal de obras Alexandre Pinto, a Polícia Federal investiga a corrupção em diversos empreendimentos no legado dos jogos olímpicos.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

“O esquema era o mesmo do governo do estado. Tinha a chamada taxa de oxigênio: para cada contrato, as empreiteiras tinham que pagar um por cento do valor da obra ao secretário. Igual ao que acontecia no esquema do Cabral”, disse o procurador Sérgio Pinel.

Segundo os investigadores, Alexandre Pinto recebeu mais R$ 700 mil desviados das obras do BRT e da despoluição da lagoa de Jacarepaguá. Em nota, o ex-prefeito Eduardo Paes, que era chefe de Alexandre, disse que, “caso confirmadas as acusações, será uma grande decepção”.

Notícias que você pode gostar