Jornal da Mania

Foto de Aécio na internet serviu de prova para pedido de prisão

15/06/2017 – 09h16

Marcus Marinho

O procurador-geral da república, Rodrigo Janot, usou uma foto do senador Aécio Neves publicada no Facebook para pedir a prisão dele. Aécio foi afastado das funções parlamentares por determinação do Supremo Tribunal Federal, após denúncias de cobrança de propina à Friboi. Para Janot, a foto serve como prova porque Aécio escreveu na legenda que tratava-se de uma reunião política.

“Reuni-me na noite desta terça-feira, 30/05, com os senadores Tasso Jereissati, Antonio Anastasia, Cássio Cunha Lima e José Serra. Na pauta, votações no Congresso e a agenda política”, diz o texto.

Ouça a cobertura da rádio Mania

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Por conta do afastamento, Aécio vai continuar recebendo o salário de R$ 33.700, mas terá descontos de R$ 1500 para cada sessão que não comparecer.

Notícias que você pode gostar