Jornal da Mania

Intervenção federal: “polícia precisa de reestruturação”, diz especialista

19/02/2017 – 08h06

Marcus Marinho

Foto: Reprodução/ Instagram Polícia Militar

Enquanto o governo espera a votação do Senado para colocar em prática a intervenção na segurança do Rio de Janeiro, as polícias civil e militar esperam por investimentos. Pelo decreto do presidente Michel Temer, elas ficarão subordinadas ao Exército, na figura do interventor – o general Braga Neto.

“O primeiro desafio será criar uma sinergia entre as forças policiais estaduais e as federais. E isso é difícil, porque a função de interventor já é revestida de uma certa arrogância. O interventor é aquele que vem de fora e diz ‘já que vocês não tiveram competência, eu estou aqui para resolver’. Isso é complicado”, disse o professor José Ricardo Bandeira, especialista em segurança pública, e presidente do instituto de criminalística e ciências policiais da América Latina.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Para José Ricardo, depois de resolver este impacto, será preciso prensar no combate às milícias.

“É necessário que o interventor se debruce nas questões de combate à corrupção na polícia, e no combate às milícias compostas por policiais. É preciso uma reestruturação na polícia”, declarou.

Notícias que você pode gostar