Jornal da Mania

Ministro defende Cristiane Brasil: “Queriam que ela estivesse de burka na praia”

31/01/2018 – 08h28

Marcus Marinho

O ministro da secretaria de governo, Carlos Marun, defendeu a deputada Cristiane Brasil após a polêmica em que ela aparece cercada de homens em um barco, comentando uma decisão da justiça do Trabalho. Cristiane foi processada por não assinar as carteiras de trabalho de dois ex-funcionários, e mesmo assim, continua cotada para virar ministra do Trabalho. O governo federal está tentando no judiciário autorização para ela tomar posse.

“São talibãs enrustidos. Queriam que ela estivesse de burka”, comentou Marun.

Veja o vídeo de Cristiane Brasil

O ex-deputado Roberto Jefferson, pai de Cristiane Brasil, não gostou do vídeo, e se pronunciou no Twitter.

“Sobre o vídeo, a repercussão fala por si. Também teve muita deturpação. Eram famílias no barco, havia crianças passando. Dito isso, penso que uma figura pública deve se portar como uma figura pública, e usar ferramentas como Facebook e Instagram apenas em caráter institucional”.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Antes de Jefferson se manifestar, assessores de Cristiane disseram, em nota, que o vídeo está editado.

“A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) afirma que a gravação e a divulgação do vídeo foram manifestações espontâneas de um amigo, editadas fora do contexto. A deputada reitera, ainda, o seu respeito à Justiça do Trabalho e à prerrogativa do trabalhador reivindicar seus direitos”.

Notícias que você pode gostar