Jornal da Mania

Propina dos ônibus dava boa vida a Sérgio Cabral, diz polícia

04/07/2017 – 09h05

Marcus Marinho

O pagamento de propinas do setor de transportes ao ex-governador Sérgio Cabral ajudava a bancar uma vida de luxo, segundo a Polícia Federal. De acordo com os investigadores, Cabral era chefe do esquema, e recebeu cerca de R$ 122 milhões. A polícia diz que os gastos dele com a esposa e amigos eram de R$ 4 milhões por mês.

“Cabral continuou recebendo propina mesmo depois de sair do poder”, disse o procurador regional da república, José Augusto Vago.

Acompanhe a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Segundo a Polícia Federal, Sérgio Cabral gastava R$ 220 mil por mês só com os salários dos empregados, e também bancava a ex-sogra e a ex-cunhada.

Notícias que você pode gostar