Jornal da Mania

Secretário de Segurança pede investimento na polícia para não precisar da Força Nacional

05/05/2017 – 08h01

Marcus Marinho

O secretário de Segurança Pública do Rio, Roberto Sá, pediu ao secretário nacional de segurança, general Santos Cruz, um aporte de R$ 8 milhões mensais. Enquanto aguarda a chegada do reforço de agentes da Força Nacional, prometido pelo governo federal, Roberto Sá disse que, com o dinheiro, em vez de gastar trazendo estes homens para o Rio, seria possível pagar o benefício do RAS – a hora extra dos policiais, que está atrasada – para que eles trabalhem nos dias de folga.

“Apresentei os números para que o general decida com o presidente da república o que é melhor. Com a verba de R$ 8 milhões por mês, podemos valorizar os policiais do Rio”, explicou Roberto Sá.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 6h às 07h

O general Santos Cruz disse que o assunto será estudado. Com relação ao reforço policial no Rio, em vez de cem, ele disse que o número pode chegar a 350 homens.

“O que posso fazer hoje pelo Rio é este envio de tropas. De 300 a 350 homens. Tudo vai depender do nosso planejamento”, afirmou.

Ouça o general Santos Filho:

O estado do Rio tem quatro mil homens aprovados em concursos das polícias civil e militar, que ainda não começaram a trabalhar, devido a falta de verbas do governo.

Notícias que você pode gostar