Jornal da Mania

Sessão do senado termina em gritaria

09/08/2017 – 08h58

Marcus Marinho

Terminou em gritaria a sessão da comissão de ética do Senado que tentava discutir uma possível punição para as senadoras Gleisi Hoffman (PT-PR), Fátima Bezerra (PT-RN), Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), Regina Sousa (PT-PI), Lídice da Mata (PSB-BA) e Ângela Portela (PDT-RR). A sessão foi marcada porque, no mês passado, as senadoras ocuparam a mesa do presidente da casa, numa tentativa de impedir a votação da reforma trabalhista.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

Tentando impedir o debate, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) começou a discutir com o presidente da comissão, João Alberto (PMDB-MA), e aos berros, disse que ele deveria se preocupar em cassar Aécio Neves (PSDB-MG), acusado de cobrar R$ 2 milhões de propina da Friboi. Lindbergh partiu pra cima do presidente, e foi impedido por Sérgio Petecão (PSD-AC). Seguranças foram chamados, e a sessão, adiada. Não houve agressão física.

Notícias que você pode gostar