Jornal da Mania

Psicólogos da Universo alertam pais sobre game que está matando crianças em todo o mundo

18/04/2017 – 10h33

Marcus Marinho

A delegacia de repressão aos crimes de informática investiga dois casos no Rio envolvendo vítimas do jogo da Baleia Azul. Pelo Facebook, criminosos induzem crianças a fazer uma série de tarefas. Após uma troca de mensagens, elas são convencidas a se matar. Segundo a polícia, isso começou na Rússia, onde centenas de casos foram registrados, e se espalhou por quase toda a Europa, até chegar ao Brasil.

Em Niterói, na região metropolitana do Rio, o Núcleo de Psicologia Aplicada da universidade Salgado de Oliveira (Universo) orienta os pais a protegerem os filhos desta brincadeira mortal.

“Esse jogo é suicida. As crianças são persuadidas a se mutilar. Cortam os braços e desenham baleias na pele com facas e navalhas. Tudo começa quando um criminoso analisa o perfil da vítima, e depois, faz chantagens com as informações que tira do Facebook. Os pais precisam ficar atentos ao comportamento dos filhos. Não podemos deixá-los o tempo inteiro na frente do computador. Tem que ter controle. Tem que ter senha. Muitas vezes as crianças estão jogando, e os pais não percebem o perigo”, alerta a professora Maria Lívia Roriz, gestora do núcleo de Psicologia.

O Núcleo de Psicologia Aplicada funciona na sede da Universo, que fica na rua Marechal Deodoro, 217, Bloco A, 7º andar, no Centro de Niterói. O atendimento é de segunda à sexta, das 13h às 18h, e aos sábados, das 10h às 13h. As consultas devem ser marcadas pelo telefone 2138-4931, e custam R$ 16.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª das 6h às 07h

Notícias que você pode gostar