Jornal da Mania

Bebê com doença rara precisa de ajuda para se curar

26/09/2017 – 07h49

Marcus Marinho

A família do bebê Francisco Garrido, de um ano e oitos meses, está correndo contra o tempo. O menino, que é de Petrópolis, na região serrana do Rio, nasceu com atrofia muscular espinhal – uma doença genética degenerativa, que compromete os movimentos. Ele não consegue movimentar o pescoço, e aos poucos, está perdendo a circulação. O tratamento que pode salvar a vida dele é feito com o medicamento Spinraza, disponível apenas nos Estados Unidos, e custa R$ 3 milhões por ano.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

“Nós entramos na Justiça, e ganhamos. Mas mesmo assim, o governo não pagou o tratamento. Enquanto isso, temos políticos roubando dinheiro público. Só com as malas do (ex-ministro) Geddel (Vieira Lima) daria para pagar o tratamento de 17 crianças”, disse o pai de Francisco, Flávio Campeão, referindo ao ex-ministro do presidente Michel Temer, preso, acusado de desviar quase R$ 52 milhões da Caixa Econômica Federal.

Com o tratamento nos EUA, Francisco poderá ter uma vida normal. A família está fazendo uma campanha no Facebook, e também criou uma vaquinha online para arrecadar o dinheiro necessário.

“Já conseguimos mais de um milhão. É muito dinheiro, mas ainda não é o suficiente para ajudar o meu filho. Por isso, peço a ajuda de todos vocês. Com o tratamento, ele pode recuperar os movimentos”, afirmou Flávio.

Conheça a campanha Ame Francisco no Facebook.

Acesse a vaquinha online

Notícias que você pode gostar