Jornal da Mania

Depoimentos complicam a vida de Lula

21/04/2017 – 09h05

Marcus Marinho

Os novos depoimentos prestados ao juiz Sérgio Moro complicam ainda mais a situação do ex-presidente Lula, réu na operação Lava-Jato. Ele será ouvido pelo juiz no dia 3 de maio, em Curitiba. O ex-ministro Antônio Palocci, e o empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS, decidiram colaborar com a Justiça.

“A hora que o senhor quiser, eu revelo coisas que vão fazer a operação Lava-Jato durar mais um ano”, disse Palocci em depoimento a Sérgio Moro. Apesar disso, para acertar um acordo de delação premiada, Palocci precisa do aval do Ministério Público.

Já o empresário Léo Pinheiro disse que o triplex do Guarujá, no litoral paulista, sempre pertenceu a Lula, apesar de ele negar. Segundo Léo Pinheiro, a ex primeira-dama Marisa Letícia dava orientações sobre como queria a obra, e Lula mandou destruir provas sobre pagamentos de propina:

“O ex-presidente me perguntou como eu estava fazendo os pagamentos ao PT. Ele mandou destruir as provas”, declarou.

Para o advogado de Lula, Cristiano Zanin, Léo Pinheiro está mentindo:

“Foi uma encenação do senhor Léo Pinheiro, que está negociando uma delação premiada. O apartamento não é do ex-presidente Lula, e ele não teve qualquer participação em ilícitos da Petrobras.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 6h às 07h

Notícias que você pode gostar