Jornal da Mania

Investigações contra Temer não vão parar

03/08/2017 – 07h59

Marcus Marinho

Depois de conseguir o arquivamento da denúncia de cobrança de propina da Friboi por 263 votos a 227, o presidente Michel Temer fica, por enquanto, livre de encarar o judiciário. Os deputados decidiram que ele não será processado pelo Supremo Tribunal Federal. Porém, quando o mandato acabar, Temer ficará desprotegido, e terá que encarar a justiça comum. O andamento do processo apenas foi adiado. Além disso, a procuradoria-geral da República investiga outra denúncia de corrupção envolvendo o presidente.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

“Não vou descansar”, diz Temer

O presidente disse que vai continuar tocando os projetos que segundo ele “vão melhorar o Brasil. Temer afirmou que não tem tempo nem para relaxar.

Ouça a declaração do presidente:

“Penso que todos sabem que eu não parei um minuto sequer desde 12 de maio, quando assumi o governo. E não descansarei até 31 de dezembro de 2018, quando encerrarei o governo”, declarou.

Notícias que você pode gostar