Jornal da Mania

Partido suspende militante que defendeu “explodir cabeças de juízes”

Foto: reprodução/ Facebook

09/01/2018 – 08h34

Marcus Marinho

Uma gravação com graves ameaças à Justiça Federal viralizou nas redes sociais. No áudio, o corretor de imóveis Urias Rocha, filiado ao PC do B de Mato Grosso do Sul, defende ataques aos juízes que vão julgar o ex-presidente Lula na segunda instância do processo sobre o triplex do Guarujá.

“Se Lula for condenado, vamos brigar até as últimas conseqüências. Até guerrilha. Começar a estourar cabeça de coxinha, de juiz, e mandar esses coxinhas pro inferno. Lula é um herói. Temos que ir à Porto Alegre cercar o TRF-4, e se precisar derrubar o prédio, nós vamos derrubar. Vamos pedir rebelião em todos os presídios do Brasil”, declarou.

Ouça a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

O ex-ator pornô Alexandre Frota, faixa preta de jiu-jitsu, se revoltou, e resolveu denunciar.

“Esse bunda-mole não aguenta 30 segundos de tapa. Tem sempre um babaca desses para aparecer nesse momento. Eu desafio você a fazer isso. Quero ver você sair na mão com o batalhão de choque. Vamos denunciar você às autoridades”, esbravejou.

Depois disso, o militante Urias Rocha disse que deu tais declarações num grupo fechado, e resolveu pedir desculpas.

“Eu peço desculpas ao poder judiciário. A violência é inaceitável”.

Em nota, o PC do B decidiu afastá-lo, e anunciou que não concorda com a violência.

Notícias que você pode gostar