Jornal da Mania

Processo contra Temer poderá ficar com a Justiça comum

18/07/2017 – 08h10

Marcus Marinho

O presidente Michel Temer poderá ser julgado pela Justiça comum. No dia 2 de agosto, após o recesso parlamentar, os deputados vão decidir em plenário se ele será ou não processado pelo Supremo Tribunal Federal. Segundo o procurador-geral da república, Rodrigo Janot, se o processo não for adiante agora, o caso apenas será adiado. Assim, o presidente responderá depois que acabar o mandato, quando não terá mais o foro privilegiado.

Acompanhe a cobertura do Jornal da Mania:

Jornal da Mania – de 2ª a 6ª, das 06h às 07h

“Se não for autorizado o processamento, essa denúncia ficará em suspenso, até que seja vencido o obstáculo que a impede prosseguir. E depois, ela prossegue. O processo penal continuará”, disse o procurador-geral.

Notícias que você pode gostar